quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Kurt Lewin - pesquisa-ação - breve biografia

Kurt LewinO psicólogo defensor de uma mudança social positiva Kurt Lewin (1890-1947) nasceu em Mogilmo, Alemanha, doutorou-se em Psicologia pela Universidade de Berlim, onde também estudou Matemática e Física. Foi professor de Psicologia Infantil na Child Welfare Research Station, em Iowa, até 1944. Trabalhou no MIT, fundando o centro de pesquisa National Laboratories for Group Dynamics.
Em seus 30 anos de atividade profissional, Lewin dedicou-se à área amplamente definida da motivação humana. Suas pesquisas enfatizam o estudo do comportamento em seu contexto físico e social total.Kurt Lewin foi o psicólogo que deixou a herança mais importante para o movimento das Ciências do Comportamento. Ele constituiu a passagem das Relações Humanas para o movimento seguinte, orientou e inspirou a maior parte dos pesquisadores dedicados à Administração e à Psicologia Industrial da década de 1960. Com Gordon Allport, Lewin foi a maior influência para a introdução da Psicologia Gestalt nas Universidades americanas. Postulou em seus escritos um estado de equilíbrio entre a pessoa e seu ambiente. Quando esse equilíbrio é perturbado, surge uma tensão que leva a algum movimento, numa tentativa de restaurar o equilíbrio.
Lewin queria utilizar um modelo matemático para representar sua concepção teórica dos processos psicológicos. Ele escolheu uma forma de Geometria, chamada topologia, para mapear o espaço vital a fim de mostrar, a qualquer momento, os alvos possíveis da pessoa e os caminhos que levam a eles.
Kurt Lewin é também citado como o "pai" da pesquisa-ação. Ele tinha muito interesse na relação da justiça social e a investigação rigorosa – especialmente após perder sua família na Alemanha. Desejava investigar algo que fosse relevante para a realidade e imediatamente aplicável e útil. Queria desenvolver modelos úteis de investigação – modelos úteis para fazer e responder perguntas. Baseado em seus interesses e trabalhos de investigação prévios, conduziu com seus estudantes (1946) o desenvolvimento de uma metodologia de investigação chamada pesquisa-ação. A pesquisa-ação tem seu foco na informação, interação, colaboração. Constitui-se de múltiplos passos para investigação e solução de problemas. É uma forma de comprovar as idéias na prática como meio de melhorar e incrementar o conhecimento acerca de um tema. Consiste em quatro passos: Planejamento, Ação, Observação e Reflexão. É um processo colaborativo no qual os membros de uma equipe de pesquisa-ação trabalham juntos para solucionar um problema refletindo criticamente sobre suas ações e suposições; recopilam a informação acerca de seus comportamentos, ações, resultados e julgamentos.
Referências:

LEWIN, Kurt. (FD). Fronteiras na Dinâmica de Grupo (1947), in: Teoria do Campo em Ciência Social. São Paulo: Pioneira, 1965 (Orig. 1951).
___. (CM). O Conflito entre os Modos Aristotélico e Galiléico de Pensamento na Psicologia Contemporânea in: Teoria Dinâmica da Personalidade. São Paulo: Cultrix, 1975. (Orig. 1931).

3 comentários:
  1. Gostei, ajudou muito.
    Obrigado!

    ResponderExcluir
  2. Me ajudou bastante. Obrigada!

    ResponderExcluir
  3. Que artigo show,parabéns me ajudou muitoooo.

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem vindo!

Espero que tenha gostado de nossa página!

Volte sempre!