quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Formas para sentir-se melhor viver mais


Formas para sentir-se melhor viver mais
O dia dos pais é feito no segundo domingo do mês de agosto, esse ano será comemorado dia 13 de Agosto.
Um dia de muita alegria para a maioria das famílias brasileiras que comemoram o dia com uma reunião familiar onde os pais são presenteados.
Para homenagear o dia dos Pais nessa essa linda data preparamos 5 formas para melhorar a saúde de seu pai.
Quando estamos cheios de energia, somos capazes de funcionar bem em nossa vida diária, estamos mais satisfeitos com ela e é mais fácil para nós enfrentarmos as adversidades.
Como, então, de uma forma simples podemos melhorar nossa saúde e bem estar?


1. Cuide do seu corpo
Apesar das boas intenções de querer cuidar do nosso corpo, comer bem e se exercitar regularmente, não devem ficar somente nas intenções, tem que ser colocadas em prática.
Nós muitas vezes não estamos em sintonia com a nossa mente.
Nosso corpo constantemente envia sinais para nós, mas muitas vezes não somos capazes de ouvi-los.
Para prolongar a vida com mais saúde é preciso ter peso ideal, para isso muitas pessoas precisam emagrecer rapido e buscar hábitos saudáveis como o consumo de alimentos frescos, praticar atividade física e a vida em comunidade.
Lembre-se que sua dieta deve ser composta de uma quantidade adequada de minerais e nutrientes essenciais, de magnésio, por exemplo, que é responsável pela regulação do sistema nervoso e é um dos importantes componentes da dieta.
Se você quiser uma sugestão de cardápio para emagrecer ou ter uma alimentação mais equilibrada e nutritiva basta acessar o site: dieta.blog.br lá tem tudo sobre dieta e bem estar.
Este estilo de vida relativamente simples não se reflete na maioria das pessoas no mundo de hoje.


2. Relaxar
Nesse tempo ao ar livre de relaxamento você deve simplesmente não fazer nada, de preferência em um ambiente com a menor quantidade de incentivos, para que o corpo fique em estado relaxado.
É recomendado gastar 15 minutos por dia para relaxar: seja uma caminhada, ou apenas olhar pela janela. Isso te ajuda, aliviar a vista casada e a cuidar melhor de você.


3. Aprender a se livrar do estresse
De dores de cabeça a fadiga, os dentes cerrados e dor nas costas, estes são sinais de sobrecarga de estresse familiar para muitos de nós.
A maioria das pessoas está estressada, e muitas estão cientes , ou não. Os desafios da vida cotidiana, tais como preocupações sobre o nosso relacionamento com a companheira ou com os filhos e trabalho profissional, muitas vezes são razões suficientes de estresse.
A principal razão é a pressão que colocamos em nós mesmos.
Tentamos ser perfeccionistas, felizes, sempre querendo estar bem o tempo todo, mas exigências demais acabam nos prejudicando.
O estresse pode atingir nosso corpo provocando dor muscular, enfraquecendo nosso sistema imunológico e reduzindo a absorção de nutrientes.
Então, como podemos melhor gerenciá-lo?
É recomendado se manter a salvo de todas as situações estressantes.
Quando você perceber que está chateado precisa se recuperar e manter o controle das emoções.
Faça uma lista de tudo que te deixa nervoso ou estressado.
Tente escrever os próximos passos que você pode tomar para mudar uma situação ou simplesmente aceitar que é além de seu controle.
Como resultado, você será capaz de determinar o que faz com o seu estresse.
Uma técnica muito utilizada é a respiração 4 - 7.
Quando estiver tenso ou sobrecarregado, respire fundo, conte até quatro, depois expire o ar, contando até sete.
Repita cinco vezes.


4. Confronte as emoções
Uma das causas mais comuns de problemas de saúde é a falta de consciência emocional.
Muitas vezes não sabemos como lidar com as emoções ou a forma de processá-las.
Em vez disso, gastamos tempo, evitando os problemas e buscando o alívio em outros lugares como drogas, álcool ou até mesmo excesso de trabalho.
Trabalhando nossas emoções, em vez de deixá las de lado, podemos reduzir a probabilidade de doenças causadas por emoções, tais como dor crônica ou síndrome do intestino irritável.
Uma boa maneira é compartilhar as emoções com um amigo.
Então, podemos digeri-los mais rápido e prevenir as doenças.


5. Desenvolver e aprofundar as suas relações com os entes queridos
A qualidade das nossas relações com nossos parentes podem ter um impacto significativo sobre a nossa saúde e pode até melhorar nossas chances de ficar doente.
O sentimento de solidão aumenta de três a cinco vezes as probabilidades de adquirir uma doença.
Somos criaturas sociais e geneticamente programadas para viver em relacionamentos.
Nós todos temos a necessidade de sentir amor e sermos amados.
Portanto, a formação de relações é crucial para a nossa saúde.
Também importante é a qualidade dessas relações, não quantidade.
Isto significa que para criar uma relação valiosa, devemos expressar abertamente nossas emoções e rejeitar os mecanismos de defesa.
As relações não acabam em nossos parceiros e familiares.
Além disso, um grande círculo de amigos é um elemento muito importante da saúde mental.
Nutrir esses relacionamentos mais próximos e a capacidade de encontrar tempo para as pessoas importantes para nós pode ser um caminho direto para se sentir melhor e melhorar nossa saúde.

Acesse o vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=BRSdgWpEGyg
Leia Mais ►

quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Conferência de Psicanálise SBPRJ

Lições de Psicanálise com Jean-Claude Rolland
Psicanalista francês vem ao Rio para conferências e lançamento de livro
Nos dias 21 e 22 de agosto, o psicanalista francês Jean-Claude Rolland estará na Sociedade Brasileira de Psicanálise do Rio de Janeiro (SBPRJ) para conferências, comentários sobre estudos clínicos  e  para lançar seu novo livro – “Antes de ser aquele que fala”, pela editora Blucher.                             .

Membro Titular e ex-presidente da Associação Psicanalítica da França, co-diretor da revista Les Libres Cahiers pour la Psychanalyse, Jean-Claude Rolland é autor de diversos livros, entre eles os traduzidos para o português: “Curar do mal de amor”, “Os olhos da alma”.

Com grande liberdade de pensamento, o psicanalista francês  caracteriza-se por sua independência de pensamento, tendo desenvolvido uma pesquisa original sobre o trabalho da linguagem e sobre o sofrimento no funcionamento psíquico de pacientes. Jean-Claude é reconhecido por reinterrogar a reflexão psicanalítica, sobretudo a freudiana, a serviço de uma renovação da prática clínica psicanalítica.

No encontro na SBPRJ, “Lições de Psicanálise com Jean-Claude Rolland”, os temas das conferências serão “O desenlutamento”, no dia 21, às 21h, e “Valor do dinheiro na economia psíquica”, no dia 22, às 18h. Neste dia, ele comenta sobre material clínico a ser apresentado pela psicanalista Simone Grinapel Prais, às 21h. E antes, juntamente com a psicanalista Maria de Fatima Amin, comenta sobre estudo clínico a ser apresentado pela psicanalista Gabriela Pszczol – todas da SBPRJ.


A sessão de autógrafos do novo livro será no dia 21h, às 20h. “Lições de Psicanálise com Jean-Claude Rolland” é voltado para profissionais e estudantes de Psicologia e Psicanálise e será na sede da SBPRJ – rua David Campista, 80, no Humaitá, RJ. Informações sobre inscrições:  (21) 2537-1115 e 2537-1333.
Leia Mais ►

quinta-feira, 27 de julho de 2017

Dicas para prevenir e tratar gripe e resfriados

Dicas para prevenir e tratar gripe e resfriados

Os meses de junho, julho e agosto produzem uma época de grande ocorrência de gripes e resfriados, devido ao frio aumenta ainda mais os casos e nesses dias você já deve ter encontrado alguém com sintomas.

Por isso preparamos as melhores 5 dicas para prevenir e tratar gripe e resfriados.

Primeiro é preciso entender para poder prevenir.

Como se pega gripe ou resfriados?

A principal via de infecção da gripe e resfriados é a via oral e respiratória, geralmente através de micro gotículas disseminadas em conversas, tosses, espirros ou mesmo na respiração.

Isso quer dizer que ficar próxima de pessoas contaminadas ficando exposto aos espirros e tosses vão aumentar muito a sua chance de contrair a doença.

Tocar nos objetos da pessoa contaminada e levar a sua mão aos olhos e boca também pode ser a fonte de contagio.

Como evitar gripes e resfriados?

Ambos os resfriados e o vírus da gripe costumam aumentar a sua presença com a chegada do frio. Vamos aprender a distinguir entre as duas doenças e fornecer recomendações para evitar o contágio e recuperar se você por acaso for infectado.

A gripe e os resfriados são causados por vírus, e não por bactérias, por isso os antibióticos não são a solução nestes casos.  

Vias de infecção de gripe e resfriado?

Em ambos os casos, a principal via de transmissão é oral e respiratória, geralmente através de micro gotas que disseminam na conversa, tosses, espirros ou quando respiramos.

As mãos são também uma importante fonte de infecção, pois ao espirrar ou tossir e colocar a mão para tampar as gotículas, posteriormente você pode acabar tocando em algo e infectando pessoas a sua volta.

Daí a importância de corretamente lavar as mão e sempre que espirrar.

Procure ter sempre um lenço para que evite usar a mão para proteger os espirros e tosses.

Quais são os sintomas de cada um?

Resfriados geralmente são acompanhados de um mal estar corporal, espirros, dor de garganta e coriza e, por vezes, febre (às vezes alta).

O mal-estar, espirros, nariz entupido e tosse são os protagonistas, acompanhados em alguns casos de alguns sintomas não respiratórios, tais como diarreia.

Quando o vírus está diminuindo, a tosse residual pode ainda durar um algumas semanas. A duração média de um resfriado geralmente 7 a 15 dias.

Desconforto geral, rubor facial e tonturas começam a ficar com intensidade leve, assim como dificuldade respiratória, corrimento nasal, tosse e dor de garganta.

No caso da gripe, manifesta-se em 2 ou 3 dias de ter estado em contato com o vírus e os sintomas também seguem um padrão comum, começando com baixa febre e mal-estar, tonturas, rubor da face e da falta de energia.

Nos dias seguintes ligeira dificuldade de respiração, corrimento nasal, tosse seca, espirros, na maioria das vezes, também se manifestam inflamação da garganta.

Neste caso, a partir do quinto dia, a maioria dos sintomas desaparece, mas tosse, cansaço e até mesmo febre, pode durar vários dias.

Tratamento a seguir

Poucas pessoas sabem, mas é preciso cuidar da gripe nas primeiras horas em que ela se instala. Quanto antes você agir mais rápido você vai se recuperar, por isso invista em bons remedios caseiros para gripe e resfriado e cuidados de saúde.

Quando se lida com doenças virais, o tratamento permanece sintomático a seguir, por isso, as principais recomendações para estas doenças são:

Beber bastante líquidos para repor os líquidos perdidos pela transpiração e febre, procure incluir caldos e chás quentes, pois além de hidratar podem trazer mais conforto para o mal estar corporal.

Durma bem e tente descansar, na medida do possível.

01. Tome antipiréticos ou analgésicos para controlar a dor e febre, se é alta.

O médico também oferece cinco diretrizes a serem seguidas para evitar, na medida do possível, de contrair qualquer destas doenças:

02. Levar uma vida saudável para o nosso sistema imunológico para responder adequadamente às infecções: uma dieta equilibrada, fazer exercícios regularmente, manter o estado emocional ideal, evitar maus hábitos, etc.

Manter uma dieta rica em frutas que contenham vitamina C (laranjas, kiwi, etc).

03. Lavar as mãos corretamente e com frequência.

Evite, como medida do possível, ambientes onde sabemos que o vírus é latente.

04. Use guardanapo de papel ou papel higiênico para assoar o nariz, eles são descartáveis e assim evitam a contaminação.

05. No caso da gripe, a vacinação é recomendada para evitar a propagação do vírus e reduzir os sintomas em pessoas que mais necessitam, especialmente nos grupos de maior risco:
- Pessoas com mais de 65 anos,
- Os trabalhadores em centros de saúde,
- Mulheres grávidas,
- As pessoas com doenças cardiovasculares ou
- Pulmonares crônicas e
- Grupos de profissionais com risco acrescido, por exemplo, os professores.

Acesse o vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=dHCw-GwX18Q
Leia Mais ►

Psicanalistas René Roussillon e Luis J. Martin Cabré fazem conferências no Rio de Janeiro

Convidados da SBPRJ também debaterão trabalhos de membros da entidade
O Conselho Científico da Sociedade Brasileira de Psicanálise do Rio de Janeiro (SBPRJ) promove encontro com os psicanalistas  René Roussillon, da Sociedade Psicanalítica de Paris, e Luis J. Martin Cabré, da Associação Psicanalítica de Madri, ente os dias 2 e 4 de agosto. Além de conferências, os dois convidados debaterão trabalhos de membros da SBPRJ.
O psicanalista francês René Roussillon fará, no dia 2, às 21h, uma sessão clínica com apresentação de Sergio Cyrino da Costa, membro da SBPRJ. No dia 4, às 14h, ele fará a conferência “O conceito de meio maleável e seu uso na técnica psicanalítica”, seguida de debate. Em seguida, às 16h, comentará sobre o trabalho “Desamparo social e psíquico: um exemplo de intervenção social – clínica”, de Teresa Lopes e Teresa Rocha, ambas da SBPRJ.
No dia 3, às 21h, “O legado de Ferenczi na obra de Winnicott” será o tema de Luis J. Martin Cabré, em conferência seguida de debate, com comentários do grupo de estudos da SBPRJ sobre Ferenczi, coordenado por Jane Kezem.
As conferências e debates são voltadas para profissionais e estudantes de psicanálise e psicologia e demais áreas da saúde que tenham interesse e serão na sede da SBPRJ (rua David Campista, 80, Humaitá, RJ).  Informações e inscrições: tesourariasbprj@sbprj.org.br / Tel.: 21 2537-1115.
Leia Mais ►

Postagens Antigas v